Linha Eficiência Energética

26/07/2018

Linha Eficiência Energética

Linha Eficiência Energética

Vivemos atualmente um período em que a energia assume um papel essencial para o desenvolvimento dos países e das respetivas empresas, constituindo o motor que alimenta o progresso. No entanto, como contrapartida da sua utilização intensiva, através de diferentes formas, resulta a rápida destruição do meio ambiente e a diminuição da qualidade de vida.

Na publicação da International Energy Agency, “Energy Technologies perspective, 2010 – Scenarios and Strategies to 2050”, é demonstrado que a eficiência energética assume uma grande preponderância no consumo final, contribuindo com 38% face aos 17% proporcionados pela produção a partir de fontes renováveis, com o objetivo de serem alcançadas metas de redução das emissões.

É por isso muito importante a adoção de medidas de eficiência energética que permitam a Portugal e à União Europeia cumprir com o compromisso assumido no âmbito do Acordo de Paris, que tem como principais objetivos:

  • Objetivo a longo prazo: os governos acordaram em manter o aumento da temperatura média mundial bem abaixo dos 2 °C em relação aos níveis pré-industriais e em envidar esforços para limitar o aumento a 1,5 °C
  • Contributos: antes e durante a conferência de Paris, os países apresentaram planos de ação nacionais abrangentes no domínio das alterações climáticas para reduzirem as suas emissões
  • Ambição: os governos acordaram em comunicar de cinco em cinco anos os seus contributos para estabelecer metas mais ambiciosas
  • Transparência: aceitaram também apresentar relatórios aos outros governos e ao público sobre o seu desempenho na consecução das suas metas, para assegurar a transparência e a supervisão
  • Solidariedade: a UE e outros países desenvolvidos continuarão a prestar financiamento à luta contra as alterações climáticas para ajudar os países em desenvolvimento a reduzirem as emissões e a criarem resiliência aos impactos das alterações climáticas.

Apesar da evolução e regulação dos mercados da eletricidade e do gás natural terem vindo atribuir uma maior eficiência no que respeita à oferta continuam a existir inúmeras barreiras ao aumento da eficiência no consumo de energia, por exemplo, na Europa, aproximadamente 40% da energia final é consumida nos edifícios, nomeadamente, nos sistemas de iluminação, sistemas de climatização, produção de águas quentes sanitárias e em equipamentos elétricos.

Como reduzir o consumo de energia na sua empresa (comércio e serviços)?

Para que estes compromissos possam ser atingidos, é fundamental que exista uma redução dos consumos de energia nos edifícios, quer por melhoria de ações de manutenção e operação, quer pela adoção de medidas de eficiência energética.

Linha BPI/BEI Eficiência Energética

Linha de crédito de 50 milhões de euros dedicada exclusivamente a projetos de Eficiência Energética com garantia de portfolio prestada pelo BEI.

Beneficiários 

  • Empresas, independentemente da respetiva dimensão (PME, Mid Caps ou Grandes Empresas), que não S.G.P.S.
  • Residentes e a operar em Portugal.
  • Montante de investimento inferior ou igual a 10 milhões de euros.

Tipo de Despesas

Elegíveis

  • Estudos e projetos.
  • Construção civil.
  • Equipamentos e instalação.
  • Ligações à rede.
  • Investimentos associados (não diretamente geradores de eficiência energética) até 50% do investimento elegível total.

Não Elegíveis

  • Atividade normal de manutenção.
  • Custos recuperáveis, tais como IVA.
  • Transações puramente financeiras.
  • Aquisição de terrenos/ investimentos imobiliários.

Vantagens para o cliente

  • Acesso a financiamento especificamente adaptado às necessidades de projetos de eficiência energética.
  • A F. Iniciativas é especialista neste tipo de projetos com mais de 20 anos de experiência.
  • Elaboração e coordenação de todo o processo de candidatura.
  • Uma equipa sempre pronta para o ajudar.

Consulte aqui quem são os beneficiários, quais os investimentos e projetos elegíveis, condições técnicas e vantagens deste novo serviço.